Veja só como é possível, vê se pode coisa dessa
Eu nem queria comentar
Mais é que aquela tal fulana me fez de bobo, eu vou contar
Como se já não bastasse tantas noites que eu sofria
E me perdia por ai
Ela agora também rouba os meus dias
Daqui a pouco a minha vida já é dela e eu nem vi.
Foi dia desses ela ligou de noitinha
Já mudou minha rotina, eu nunca sei o que fazer
Quem sabe agora eu tome uma atitude
Quem sabe eu mude, dá me aqui o telefone, "vamo" vê
Mais era só mais um brinquedo, marionete
Ela queria confete e nem era carnaval
De prontidão fui correndo fazer festa
E abandonei meu futebol, essa não
Perdi o jogo, perdi a dignidade
Toda força de vontade, toda minha ambição
Chegando lá, ela nem me olhou
E preferiu sair andando de mãos dadas com o tal
Mais que legal, eu me dei mal, isso é normal
Só que também não precisava ter me feito humilhação
Fui desprezado e fiquei de cara no chão
E com um copo em cada mão
Isso não tá certo não, vê se pode coisas dessa
Eu nem queria comentar
Mais é que aquela tal fulana me fez de bobo, eu vou contar
Como se já não bastasse tantas noites que eu sofria
E me perdia por aí
Ela agora também rouba os meus dias
Daqui a pouco a minha vida já é dela e eu nem vi.
Mais tudo bem, deixa pra lá
Não tem por quê se lamentar
"vamo" ver no que é que dá
Quando ela vier me procurar
Que eu não sei não, se o tal rapaz
Vai aguentar a insanidade dela, pode escrever
Num mês ela já tá de volta
E vai mudar minha rotina outra vez.

Vídeo incorreto?