Qual novo ritmo ressoará
O som dessas novas ideias
O coro de um refrão mudo
E tudo que há em vão treme
E o novo tempo que surgirá será
De instantes constantes
Pontes para si, veias
Teias entre nós, fontes
Tudo quer nascer, tudo quer florir
Tudo quer gritar, tudo quer sair
Toda poesia, todo nosso sonho

E a canção que eu sempre quis, sempre ouvi
Fluirá no ar
A possibilidade de um lugar
O passo adiante de amanhã

Vídeo incorreto?