É... mais um dia de reflexão
Mais um dia de luta
Mas a vitória... a vitória esta por vir

Tem dias que eu acordo tão
triste
Saio por ai pra me consolar
Mais nem assim o quadro muda
Se vejo um pobre rosto
chorando
Me assistindo atrás da porta
Eu não escondo a minha
Incompreensão

Passo em frente a você
Você finge que não me ver
Logo adiante eu vejo alguém
Perdido em uma estação
Ao me vê estende a sua mão
Pedindo até o que eu não ganhei
Do mundo

Então vem me enxergar
me libertar pro mundo
Não ver que estou aqui
Dizia não demorar e até agora
Vou esperar pra ver

Eu acompanho a semente
Pois ela me tira da dor
Um homem negro que chora
Com a beleza da flor
Mas na verdade onde estou?

Vídeo incorreto?