Hipocrisia por todos os lados
Verdades gastas para apreender
Questionamentos desordenados
É o que devemos, aos poucos, combater
Atos fracos, rumores falsos,
Inconseqüência no nosso viver
Metas sem rumo, caminhos tortos
A sociedade é um outro reflexo seu
Pecados que deixei pra trás
Desilusões insipdas, já não me alcançam mais!

Refrão

Há algo vago, parar e pensar
Tentar nos refazer e então acreditar
No passo em frente, a escolha é sua
Certo e errado, ficam no ar!


Argumentos amargurados,
O orgulho sórdido te faz querer
Barbáries, lástimas, crueldades
Transformam os porcos em reis eleitos
Privilégios apossados, o roubo amargo mantém seu poder
E a arrogância é o nosso fardo
Escolhendo entre aceitar e nos proteger
E tanto faz se revidar
Vai me tornar liberto, enfim,
E se contestar for consentir?

Vídeo incorreto?