Eu caio por ti
Caio o céu, cai o mar em mim
Se cai o horizonte, ficamos distantes

Se cai o teu vestido, viro bala de amor
Se cai o querer, viro um triste mendigo
Caído no chão
Descalço e sem asas
Pedaço de pão
E a poesia disfarça comigo

Se Caio cair
Lá do céu, sobre o mar sem fim
Refaz-se o horizonte, já não mais distante

Se tira o teu vestido, lhe dá provas de amor
Se caio quiser, viro um triste mendigo
Caído no chão
Descalço e sem asas
Pedaço de pão
E a poesia disfarça comigo

Eu posso cair
Lá do céu, sobre o mar sem fim
Se cai o horizonte, ficamos distantes

Se tira o teu vestido, me dá prova de amor
Se cai o querer, viro um triste mendigo
Caído no chão
Descalço e sem asas
Pedaço de pão
E a poesia disfarça comigo

Eu caio por ti
Caio o céu, cai o mar em mim
Se cai o horizonte, ficamos distantes...

Vídeo incorreto?