Quem parte por acaso
Levando atrás o sonho
Vislumbra um outro lado
Talvez até se opondo

Desdém da incerteza
Rabisca esse futuro
Normal de natureza
Falar do absurdo

Eu não vim aqui pra sofrer
Nem vim pra chorar por alguém
Não vim aqui pra esperar
Aqui pra perder o trem

Quem parte pro acaso
Levando atrás o sonho
Vislumbra um outro lado
Talvez até se opondo

Refém da incerteza
Arrisca esse futuro
Normal de natureza
Falar do absurdo

Perder toda coragem
Atrás de um belo escudo
Da cinza paisagem
Um dia se fez mudo

Eu não vim aqui pra sofrer
Nem vim pra chorar por alguém
Não vim aqui pra esperar
Aqui pra descer do trem

Eu não vim aqui pra chorar
Aqui pra sofrer por alguém
Não vim aqui pra esperar
Aqui pra descer do trem

Vídeo incorreto?