Bem vindo ao louco e intenso jeito de viver
Na contramão do pôr do sol
Vou te levar pra conhecer
Um gosto novo pra do tempo eu me esquecer
E que me faz sair do chão
Eu já não quero mais colher
Os espinhos da manhã
Eu tenho a noite pra vencer
Estou preso ao seu afã
De dançar até o sol nascer

Leve-me sou leve
Me leve para ser um Ser Soul
Leve-me, soul leve
Me leve pra dançar

Meu sangue é negro, eu já não posso esconder
Por trás da pele alva está
A alma que hoje me faz ver
Que o que eu danço e o que me leva a contorcer
É o poder, a paz e o som
É o sangue negro a correr
Pela minha mente sã
Eu tenho muito pra aprender
E quem sabe se amanhã
A sua alma vai enegrecer

Vídeo incorreto?