Asas
Penduradas no cabide
Delícias doces
Que nenhum santo resiste
Anjanetes vestidas de bolo

Feriado no paraiso
É quando a realeza
Põe as barbas de molho

Um dia para se sujar
Um dia pra se presentear
Sem se preocupar
Sofrer duras penas

Anjos em trajes de banho
Fumam charutos cubanos
Se embriagam com o vinho
Envelhecido por dez mil anos

A felicidade em coisas vãs
Quando é feriado no paraiso
Pecado é não morder a maçã

Um dia para se sujar
Um dia pra se presentear
Sem se preocupar
Sofrer duras penas

Benditas e cheias de graça
Arrastam asas aos mais profanos
Muita sujeira muita lama
No sexo selvagens entre anjos

A felicidade em coisas vãs
Quando é feriado no paraiso
Pecado é não morder a maçã

Um dia para se sujar
Um dia pra se presentear
Sem se preocupar
Sofrer duras penas

Vídeo incorreto?