Hey. Quando eu olho para traz eu vejo
Que a vida era uma merda por isso festejo
Natais e aniversario so tinha um desejo
Tu presente senpre presente eu so queria um beijo
Mais tu estavas distante
E eu sofria porque sabia que não estavas no ceu
Tu tavas viva e eu precisava de ti
Eu tinha raiva de ti por estares longue de mim
Por eu creiser e tu não veres
Por cada carta da escola que era suposto leres
A paula dizia mano não esajeres
Talvez por isso eu seja tão frio com as mulheres (não sei)
Tirava foto mais eu não mandava (não)
Escrevia carta mais depois rasgava
Tenpo passava e eu me abituava
Como não entedia eu te odeava

Refrão
Mais quem so eu
Pra te culpar
Pra te apontar o dedo
E te julgar
Se eu não tive la
Pra te ajudar
Esquesse o passado ja não da mais pra mudar
Não adianta chorar

Hey
Eu tinha um caderno onde eu escrevia
As minhas rimas pensamentos e poisias
Tudo aquilo que eu vivia e aprendia
Trancado no kuarto barriga vazia
Musica no ouvido e só assim surria
Disia a paula que eu estava bem mais eu mentia (lenbras)
Na escola perguntavãm mais eu fingia
Oque responder na verdade eu não sabia
Ferias mal passadas em casa das tias
Sonhava acordado quase não dormia
Eu punha na musica a dor que eu sentia
Rap me salvo Jesus ave maria
Amesma razão que me feis ter raiva de ti
Me feis agradeser no fim
Querias o melhor para mim e o tenpo provou
Que foi presiso sair de angola pra me tornar quem sou

Refrão
Refrão
Mais quem so eu
Pra te culpar
Pra te apontar o dedo
E te julgar
Se eu não tive la
Pra te ajudar
Esquesse o passado ja não da mais pra mudar
Não adianta chorar

Vídeo incorreto?