Os dias ocultavam o que as noites revelavam
Uma paixão incompleta tão discreta
Uma armação de repente como uma invasão
Com tanto medo de encarar de frente a multidão

Nas noites de frio nos esquentamos até o amanhecer
Nas horas da razão predominava o coração e vice versa
Somos duas pessoas iguais e diferentes em tudo
Você com sua limitação e eu agindo pelo coração

Somos o medo e a coragem
Coragem para amar e medo de enfrentar
Mas não tivemos começo e não teremos final
Somos a amostra de um amor fatal

Nós dois somos cheios de defeitos
Mas temos mania de nos achar perfeitos
Mas todo mundo quebra a cara quando não segue o coração
Mas todo mundo tem dificuldades e tenta se esconder na razão
Nós dois temos muito o que aprender
Pois são muitas batalhas até amadurecer
É tanto tapa na cara e todo tipo de tentação
Mas eu não sou mais criança e tenho que assumir então

Nas noites de frio nos esquentamos até o amanhecer

Nós somos o medo e a coragem
Coragem para amar e medo de enfrentar
Mas não tivemos começo e não teremos final
Somos a amostra do amor fatal

(SOLO)

Somos o medo e a coragem
Coragem para amar e medo de enfrentar
Mas não tivemos começo e não teremos final
Somos a amostra de um amor fatal

Vídeo incorreto?