É tão triste o ódio,
Eu assisto e choro,
É preciso logo compaixão...(Só quero te provar que...)

Sou Negra Li estou aqui sim, e não aturo.
Cadê a compaixão aqui, no terceiro mundo,
O sistema quer expandir negócio sujo,
Burguesia quer sorrir, isso é confuso.
Um bacana com a grana não se comprometeu,
Tem dinheiro, tem fama, e a lei não prendeu,
E a grana cresceu, e a mídia esqueceu.
Não é justo um corrupto aí solto!
Enche o seu bolso, nos deixa no sufoco,
Na próxima eleição quer o voto do povo,
Não vejo no seu rosto o sorriso do bem,
Não sofreu no morro, na favela nem...
Realidade aqui é outra na Vila Brasilândia,
A vida é muito louca. A pampa, sem grana, sem fama,
Mostra o que há de bom,
Pra colher de vez, o que é nosso, não é conto de fadas,
Estou aqui, sou assim, não tenho mágoas,
Se for pra desandar, nem dá, eu tenho a fórmula,
Com ela eu vou além, plantar o bem por aí,
Cantar, representar, dançar, me divertir, sorrir.
É tipo assim, só quero te provar que...

É tão triste o ódio,
Eu assisto e choro, (você vai ver sim)
É preciso logo compaixão...

Com Deus falei, a respeito da lei,
Orei, expliquei, da favela lembrei,
Que eu sempre serei, parte dela também, sei,
Felicidade desejei decepção.
Nas ruas toda vez menos um, não pode ser comum,
Pra não perder nenhum é que estamos na ativa,
Sou Negra Li, do rap sou a diva, é minha alternativa,
E a minha história é uma taça erguida,
Pois na minha memória não foi fácil minha vida.
Uma mina decidida não vai desistir,
O apoio da família me fez resistir,
O reforço das amigas faz o som fluir,
Esperança que dá pilha para concluir.
Minha música domina, faz você me ouvir,
Se chorei ou se sorri, emoções vivi,
Mas ainda não venci,
Quero te mostrar que...

É tão triste o ódio,
Eu assisto e choro, (você vai ver que)
É preciso logo compaixão... (só quero que perceba que...)

É tão triste o ódio,
Eu assisto e choro,
É preciso logo compaixão...(não quero nada
só quero te mostrar que...)...

Vídeo incorreto?