Aprender a dançar forró pra mim
Até hoje eu me lembro
Tinha vontade de dançar demais
Isso eu não me arrependo
As meninas só queriam rapaz que dançavam forró
E eu de bobeira, não sabia, passava a noite só

E decidi aprender a dançar forró
Virou minha paixão
Preferi começar pelo xote, que já tinha noção
Eram só dois pra lá dois pra cá e contar um,dois,três, quatro
É só ficar contando e nunca sair do compasso
Eram só dois pra lá dois pra cá e contar um,dois,três, quatro,

Eu passava o dia inteiro treinando agarrado num cabo de vassoura
O gravador o dia inteiro tocando, era um forrozeiro calouro

Tinha cuidado pra não errar, a contagem era muito importante
Bem concentrado, dançando, contava todo instante
Eram só dois pra lá dois pra cá e contar um,dois,três, quatro

Chegou o dia do forró, com uma morena fui dançar
Era menina dançadeira, eu não podia vacilar
A menina foi gostando e começou a me apertar
Eu contando baixinho com medo de errar
Eram só dois pra lá dois pra cá e contar um,dois,três, quatro

O clima foi esquentando, a menina me apertando
E eu concentrado contando achando bom demais
Quando ela perguntou meu nome
Pra que eu fui responder?
Parei a contagem errei o compasso pisei a menina você pode crer
Mas hoje danço qualquer forró que você escolher
Eram só dois pra lá dois pra cá e contar um,dois,três, quatro

Vídeo incorreto?