Quando era moço não perdia um forro, Ia mesma a cantoria e vaquejadas
As mocinhas eram tudo assanhadas, E todas elas me queriam teu xodó
Também toda donzela do redor, Foi você que coloquei no coração
Mas o destino não me deu o seu perdão, E eu sofri pois você não me queria

Já fui moço e amei você um dia
Hoje no peito bate um velho coração
Já fui moço e amei você um dia
Hoje no peito bate um velho coração


Você foi o amor que tanto quis, Fiz de tudo pra chamar sua atenção
Fui valente fui vaqueiro do sertão, E valeu o boi para o meu coração velho
Ela disse "é você que tanto quero", eu tremi quando peguei na sua mão

Na noite fria te cobri com meu gibão, Que deu amor e no peito ardia

Já fui moço e amei você um dia
Hoje no peito bate um velho coração
Já fui moço e amei você um dia
Hoje no peito bate um velho coração
Valeu o boi, coração velho 2
Valeu o boi coração velho 2

Vídeo incorreto?