Cachorro preto tem os zóio amarelo,
Usa o rabo de rastelo e a barriga pra deitar.
Dorme no chão, faz a limpa na tigela,
Sonha como Cinderela e faz o home se quetá.

À meia-noite ele sai lá pela rua,
Come pão com vida dura e vai mansinho se doer.
E lá na estrada no final da BR 15
Anda no meio da pista sem ter medo de morrer.

Brasileiro de fé!
Tem calo na mão, sabe plantar feijão, e tem força no pé!
Brasileiro de fé!
Tem calo na mão, sabe plantar feijão, e tem samba no pé!

Cão de madame nunca foge da polícia,
E quando bate siririca não tem medo de gritar.
Calça rasgada é sempre moda de etiqueta,
E se usasse uma escopeta era apenas pra brincar.

Bota na cara a pimenta malagueta,
E se ficasse bem zureta todos vinham ajudar.
A prometida é sempre coisa de bandida,
Que engana o coitado só pra ele se lascar.

Sou brasileiro... e não vou negar..
Olha a minha cara!
Como é que pode mudar?


...olha o rapa!

Vídeo incorreto?