Um dia eu me perdi
Difícil foi me achar
Numa prisão vivi
Sem ar pra respirar

No medo eu encontrei
Uma forma de lutar
Do ódio eu retirei
Minha força para amar

Eu cresci mas eu não sei onde estou
Eu morri mas eu não ser pra onde eu vou

Blackout!
Não consigo viver
Blackout!
Nem me arrepender
Blackout!
No meio da multidão
Ouço gritos na escuridão

Em mim eu procurei
Motivos para andar
Respostas não achei
Só fome de sonhar

Na angústia eu me afoguei
Sem braços pra nadar
Com força eu respirei
Para poder gritar

O medo pode te acordar
O medo pode ser alguém
O medo pode te matar
O medo leva mais além