Com tantas guerras, com tanto ódio
O homem não consegue pensar em nada
Além de sobreviver

Tanta riqueza pra tão pouca gente
Onde vale mais o que tu tens
E não quem realmente tu és

É tempo de amar aquele que sofre
Aquele que chora por não ter o pão
É tempo de amar devemos sorrir
Temos esperança que o céu vai se abrir
É tempo de amar

Com tantas guerras, com tanto ódio
O homem não consegue pensar em nada
Além de sobreviver

Tanta riqueza pra tão pouca gente
Onde vale mais o que tu tens
E não quem realmente tu és

É tempo de amar aquele que sofre
Aquele que chora por não ter o pão
É tempo de amar devemos sorrir
Temos esperança que o céu vai se abrir
É tempo de amar

É tempo de amar aquele que sofre
Aquele que chora por não ter o pão
É tempo de amar devemos sorrir
Temos esperança que o céu vai se abrir
É tempo de amar, é tempo de amar
É tempo de amar, é tempo de amar

Vídeo incorreto?