Se for pra ser assim, não quero
Se for pra te esquecer, espero
Que o tempo voe como o vento, pra cicatrizar
A dor que vou sentir no peito, ao te olhar nos olhos e dizer adeus
Pobre de mim, sofrer assim...

Tudo que eu tinha, eu te dei
Na hora, em que me apaixonei
Abri as portas do meu mundo, te mandei entrar
Agora, não dá importância pro que eu tô sentindo, a solidão no ar
Pobre de mim, sofrer assim...

Onde é que estava escrito, que o meu destino era te encontrar?
Quem pôs em meu caminho a flor e o espinho pra me machucar?
Quem conhece a saudade, sabe bem o que é sofrer
E deus sabe a dor que sinto só de imaginar um dia te perder

Tudo que eu tinha, eu te dei
Na hora, em que me apaixonei
Abri as portas do meu mundo, te mandei entrar
Agora, não dá importância pro que eu tô sentindo, a solidão no ar
Pobre de mim, sofrer assim...

Onde é que estava escrito, que o meu destino era te encontrar?
Quem pôs em meu caminho a flor e o espinho pra me machucar?
Quem conhece a saudade, sabe bem o que é sofrer
E deus sabe a dor que sinto só de imaginar um dia te perder

Quem conhece a saudade, sabe bem o que é sofrer
E deus sabe a dor que sinto só de imaginar um dia te perder

Se for pra ser assim não quero...

Vídeo incorreto?