Minha viola morena
Que já foi árvore um dia
Sombra pra viajante cansado
Floresta de moradia

Viola que contracena
Senhora das harmonias
A canção dos poemas
E o solo das melodias

O meu sonhar e dilema
É fazer ressoar o amor
Então te peço a magia do som
Peço a luz do seu dom

O dom de encantar a alma de quem me escutar
Ah meu violão me faça assim
Ao tocar suas cordas seja só pra clarear
Que esta arte se aposse de mim

Que ela traga o tom da graça da gente se amar
Bem no coração do jardim
Bem no coração do jardim

Vídeo incorreto?