Vicio


Esconda a vergonha porque
É invisível para qualquer um
Que sempre se importou em ter uma opinião
Esqueça o retinir no último jogo justo
Isso não faz diferença de qualquer forma
Mantenha isso enterrado, mantenha escondido
Mantenha isso trancado e proibido
Nunca fale, nunca sussurre
Nunca conte que estamos perdoados
E breve nós veremos a luz

Assustado e cego eu flutuo ao redor na sua cautela
Você me segura perto e eu apenas preciso suportar
Suas mentiras geladas
Estes pensamentos não me deixarão ir
Me segure na raiva e culpa
Finja sua vida e tudo que você terá é desespero
Toda beleza irá desbotar. Tudo murcha e morre.

Por favor, entre na festa em minha pequena masmorra
Eu sirvo doces biscoitos tóxicos e algum sangue dos meus
Amigos.
Extático, fanático e viciante para tudo que você quiser para
Dominar, criar ruínas de fracasso
Viciante, fanático, extático sobre tudo que você quer para criar, dominar.
Sem tempo para clemência

Compartilhe a vergonha porque agora é visível para qualquer um
E se eles quer ter uma opinião
Eles serão perdedores no último jogo justo
E você não sente a diferença de qualquer forma
Então eles enterraram, esconderam
Todos os pensamentos que estavam proibidos
Livre para falar, livre para berrar
Livre para sentir que você está perdoado
E então apague a luz.

Finja sua vida e tudo que você terá é desespero
Toda beleza irá desbotar. Tudo murcha e morre.
Assustado e cego eu flutuo ao redor na sua cautela
Você me segura perto e eu apenas preciso suportar

Por favor, entre na festa em minha pequena masmorra
Eu sirvo doces biscoitos tóxicos e algum sangue dos meus
Amigos.
Extático, fanático e viciante para tudo que você quiser para
Dominar, criar ruínas de fracasso
Viciante, fanático, extático sobre tudo que você quer para criar, dominar.
Sem tempo para clemência