Homem de Deus me diz o que vou fazer,
Estou só, preciso sobreviver,
Vieram em minha porta me cobrar...
Me traz uma carta, preciso de uma promissória,
Se não vai mudar minha história,
E meus filhos, eles vão levar...

Meu esposo, teu servo,
Homem de valor, obediente,
Mas, o Senhor levou, fiquei somente,
E agora eu preciso decidir...
Não sou conhecida,
Nem tenho uma reserva que garante,
Meus filhos são tudo o que eu tenho,
Por isso, meu Senhor, cheguei aqui...
Não sou conhecida,
Nem tenho uma reserva que garante,
Meus filhos são tudo o que eu tenho,
Por isso, meu Senhor, cheguei aqui...

"Por que choras, mulher, o que é que tem em sua casa?
Nada de valor você possui", ela disse: "Eu sou pobre, Senhor,
Eu não tenho ouro, nada que penhore essa dívida,
Mas, lembrei de uma coisa, esqueci, um pouquinho de azeite me restou...
Eu não tenho ouro, nada que penhore essa dívida,
Mas, lembrei de uma coisa, esqueci, um pouquinho de azeite me restou"...

"É isso, vai mudar toda a tua história, vai mulher, buscar vasos lá fora,
Quantos, quantos puder achar...
Depois, entra em casa, ore e comece a encher,
Depois, é só sair para vender e toda a tua história vai mudar..."
"Eu entro em casa, oro e começo a encher,
Depois, eu vou sair para vender e toda a minha história mudar..."

Quer comprar azeite?!
Este, cura a ferida e faz milagres,
Este transforma vidas e cidades,
Eu é que vim te oferecer,
Quer comprar o meu azeite?!
Este eu garanto que é diferente,
E quem comprar vai ver que é suficiente,
E o preço dele é glória e Poder...

Podem provar... podem provar... este azeite é diferente,
Pode provar... pode provar... Você não será o mesmo...

Vídeo incorreto?