Poema da anahi


Eu quase apaguei a luz ...
Tornei-me apenas o eco de uma luz que um dia brilhou
Mas um dia...
Renasceu esperança, a luz brilhou novamente.
Eu percebi que você estava lá
gritando sem medo que ainda acreditava em mim.
E hoje...
para você, e por mim estou aqui,
com mais força, sem medo, com a minha canção de amor
Aos corações partidos que vão juntando pedacinhos
Sim... sim... Eu acredito!