Senhora, senhora


A você que me deu sua vida, seu amor, seu espaço.
A você que carregou em seu ventre dor e cansaço.
A você que lutou com unhas e dentes,
valente em sua casa e em qualquer lugar.
A você, rosa fresca de abril,
A você, meu fiel querubim.

A você eu dedico meu beijos, meu ser, minhas vitórias
A você, meu respeito Senhora, Senhora, Senhora
A você minha guerreira invencível,
A você, lutadora incansável,
A você, minha amiga constante de todas as horas.

Seu nome é um nome
comum como as margaridas,
sempre em minha boca está.
Constante em minha mente,
e para não fazer tanto alarme,
Essa mulher de quem falo,
é minha linda amiga gaivota,
seu nome é Minha Mãe.

A você eu dedico meu beijos, meu ser, minhas vitórias, (a você)
A você, meu respeito Senhora, Senhora, Senhora
e para não fazer tanto alarme, (tanto alarme)
Essa mulher de quem falo, (de quem falo)
é minha linda amiga gaivota,
seu nome é Minha Mãe.

(Minha mãe, minha mãe, minha mãe,
Minha mãe, minha mãe, minha mãe...)