Poderia a chuva
Nunca mais cair
Poderia o sol
Não mais nascer
Ou mesmo que as estrelas
Se esquecessem de brilhar
E as aves mudas sem cantar
As aves sem cantar
Ainda que tivessem
Que sofrer intensa dor
Ou se faltasse o que vestir
Faltasse até o pão
Eu nunca deixaria de acreditar
Na existência eterna
De meu Deus
Pois Ele é superior
A qualquer coisa passageira
Ele vive hoje
E sempre viverá
Creio em meu Deus
Creio em meu Deus
Hoje e sempre creio em meu Deus

Vídeo incorreto?