Eu entrego a Jesus
meus caprichos pessoais
As vontade, tão carnais,
e sigo em frente
Eu entrego a Jesus
a impureza do meu ser
Quero mais do Seu amor,
quero viver em paz

Vou crescendo em graça,
crescendo em poder
Vou crescendo em graça,
movido pela fé
Explodindo de vontade
de estar com meu Jesus
Pois já é tarde, o sol se esconde
Logo vem a negra noite
E a manhã trará o brilho
da face do meu Senhor

Eu entrego a Jesus
toda mágoa que houver
Pra que eu possa
perdoar meu semelhante
Eu entrego a Jesus
preconceitos que formei
Quero um novo coração,
quero viver feliz

Vídeo incorreto?