Muito mais do que ver, é preciso viver.
Muito mais do que ouvir, é preciso sentir.
É mostrar o amor é fazer como Deus,
que desceu lá dos céus e entre nós
se envolveu.

Muito mais que viver, é preciso se dar.
Muito mais que sentir, é preciso lutar,
repartir o pão, estender a mão,
transformando a fé numa
grande missão.

Fome de luz, fome de pão, fome de amor,
fome de paz. Todo homem sem Deus,
não tem vez nem razão .É um escravo da
fome, a mais.

Muito mais que fugir, bem pior é negar.
Muito mais que não ver, bem pior é se omitir.
Demostrar o amor, é fazer como Deus, que se
fez como nós, se entregou e morreu.

Como ouvir e negar? Somos todos mortais.
Como ver e não ver? somos todos reais.
Muitos têm tão pouco e outros têm demais
E perante Deus, todos somos iguais.

Fome de luz, fome de pão, fome de amor,
fome de paz. Todo homem sem Deus,
não tem vez nem razão é um escravo da
fome, amar. (BIS)

É o escravo da fome, a mais.

Vídeo incorreto?