Jogo

Esquive-se de onde está agora
Seleciona o que irá ouvir
Sem medo de errar
É você quem irá decidir
Então preste atenção mais uma vêz

Pegue os dados e aperte-os com fé
Fé em Deus ou no copo preso em tuas mãos
Insiste que devemos jogar outra vêz
Sinta o que desejo ao te vêr sofrer

Eu não vou jogar pra não ver você perder
Eu não vou deixar que seu teatro comprometa minha vida
outra vêz

Sem me importar se for roubar
Quem manda nessas peças...

Simplifique ao menos o que te interessa, embaralha e
põe na mesa
Esse teu olhar demonstrando tua alma ignorante
destilada em malícia
Em fração de segundos o meu ódio vira saudade, logo,
nostalgia
Sendo assim, a dor aumenta e vejo que quem pega os
dados agora sou eu

Pegue os dados e aperte-os com fé
Fé em deus ou no copo preso em tuas mãos
Insiste que devemos jogar outra vêz
Sinta o que desejo ao te vêr sofrer

Eu não vou jogar pra não vêr você perder
Eu não vou deixar que seu teatro comprometa minha vida
outra vêz

Não há mais motivos, nem razões pra crêr
Que seremos sempre só eu e você

Vídeo incorreto?