Acordo bate o desespero saio pela rua, no meu
pensamento a imagem sua, é uma saudade que não tem
mais fim.
Assim eu rodo a cidade, corro o dia inteiro, é paixão
profunda amor verdadeiro, em tudo que faço está grudada
em mim.
No fim da tarde estou de volta choro de desgosto, no
meio de tantos eu não vi seu rosto, chorando de raiva
por não te encontrar.
Na sala eu vou desenhando nós dois abraçado, é tempo
perdido tudo sai errado, papel rabiscado por todo
lugar.


Chorei por você fumei um maço de cigarro, no meio da
noite saí com meu carro e pela cidade eu te procurei.
Lembrando o que a gente fez naquele lençol viajo em
pensamento furei o farol até sair o sol e não te
encontrei.

Vídeo incorreto?