Maria, Maria
É um dom, uma certa magia
É uma força que nos alerta
Uma mulher que merece viver e amar
Como outra qualquer do planeta
Maria, Maria
É um som, é a cor, é o suor
É a dose mais forte e lenta
De uma gente que ri quando deve chorar
E não vive apenas aguenta
Mas é preciso ter força
É preciso ter raça, é preciso ter gana, sempre
Quem traz na pele essa marca
Maria, Maria, mistura a dor e a alegria
Mas é preciso ter manha
É preciso ter graça, é preciso ter sonho, sempre
Quem traz no corpo essa marca
Possui a estranha mania de ter fé na vida

Aê, aê, aa, aê
aa, aê
Aê. aa, a, aê, aê, ê, ê

Lá, lá, lá, lá, lá, lá, lá
lá, lá, lá, lá, lá, lá
Lá, lá, lá, lá, lá, lá, lá

Vídeo incorreto?