Pisa na fulô, pisa na fulô
Pisa na fulô, não maltrate o meu amô
Um dia desse fui dançar lá em Pedreira
Na rua da golada e gostei da brincadeira
Zé Caxangá era o tocadô
Mas só tocava pisa na fulô
Seu Serafim cochichava a mais Gió
Sou capaz de jurá, nunca vi forró mió
Inté vovó garrou na mão de vovô
E disse, embora meu veinho vamos pisa na fulô
Pisa na fulô, pisa na fulô
Pisa na fulô, não maltrate meu amô
De madrugada Zeca Caxangá
Disse ao dono da casa
Não precisa nem pagá
Por favor, arranje outro tocadô
Que eu também quero pisa na fulô
Pisa na fulô, pisa na fulô
Pisa na fulô, não maltrate meu amô

Vídeo incorreto?