Vivo sempre em constante movimento
Corro atrás de evoluir os pensamentos
Vivo sempre em constante movimento
Corro atrás de evoluir os pensamentos

Que me mostre alem da estrada o que eu quero enxergar
Me aponte no caminho perigos que hei de encontrar

Lute irmão por mais amor e menos guerra
Honre jão o chão vermelho da sua terra
Ei meu mano pra frente é que se anda
Não se esqueça das orações demandas
Instrumento da paz/ sou sempre mais
Nunca esqueça disso/ isso me dá
A vibe capaz de ser evoluído
Enquanto a babilônia cai e chora em zion se comemora a vitória

Os meus versos e pensamentos têm poder
Imã pro que a de bom bota a maldade pra correr
Vejo que por ouro e prata homem se mata
Demonstrando ter assim alma pequena de um primata
Exploram a terra e o pretexto é o progresso
Esquecem que ambição só compra retrocesso
Louis vuitton cobre o corpo e não a alma
Na babylon a hipocrisia ganha palmas

A tela ainda leva o meu povo pro abismo
Prega segregação eleva o consumismo
Respeito e amor nos meus versos eu fecundo
Canto pra tocar parte deste mundo
Sorriso de criança quando presa puro
É patrimônio do passado conquista do futuro
Processo é o que prego na vida e no refrão
Pra revolução é necessário evolução

Vídeo incorreto?