OS POEMAS QUE NÃO RECITEI
AS JURAS QUE EU NÃO FALEI
OS MOMENTOS QUE TIVEMOS
SÓ NOS DOIS A DOIS FALHEI

Nega eu te falei que o mundo sempre girava
E no peito deste malandro o amor não fez morada

Sempre foi sincero e não te dei a ilusão
Que o sentimento voltaria na mesma proporção

E juro tentei mais foi em vão
Você sabe como e louco este mundão

Esteve sempre presente quando eu precisei
Mas eu não dei valor, vacilei

OS POEMAS QUE NÃO RECITEI
AS JURAS QUE EU NÃO FALEI
OS MOMENTOS QUE TIVEMOS
SÓ NOS DOIS A DOIS FALHEI

Durante a madrugada a gente se conhecia
Sussurrava em seu ouvido as minhas fantasias

A aula de anatomia durava até de manhã
Nos momentos de intervalo você era o meu divã

Te pedi? Nem precisava
Você sempre me dava tudo o que eu desejava

Me entregar! Eu tive medo
E como água você escapou entre os meus dedos

OS POEMAS QUE NÃO RECITEI
AS JURAS QUE EU NÃO FALEI
OS MOMENTOS QUE TIVEMOS
SÓ NOS DOIS A DOIS FALHEI

Certo ou errado não faz mal
Nem parecia pecado nosso pecado original

Arrependido! Nem um só momento nesta vida
Ao contrario tudo se repetiria

Mas outra atitude eu teria desta vez
Dedicaria os poemas que não dediquei

Momentos bons agente nunca se esquece
Mas só damos valor ao que se tem quando se perde!

OS POEMAS QUE NÃO RECITEI
AS JURAS QUE EU NÃO FALEI
OS MOMENTOS QUE TIVEMOS
SÓ NOS DOIS A DOIS FALHEI

Vídeo incorreto?