Soul rebelde soul

E na balada eu vou fazendo minha longa caminhada
De representar a vila e os manos da quebrada
Por que o black power ainda esta vivo
Som de preto é isso mesmo talento com compromisso

Agir com atitude e coração
Rimar com poesia é só um passo pra revolução
Com maik na mão eu já tomei de assalto
Quebrando as fronteiras entre o morro e o asfalto

Fazendo barulho, tumulto, confusão
Te proporcionando profunda reflexão
Pra entender nossos problemas e conflitos
Pois atualmente ainda existem oprimidos

Porque w bush joga bomba no iraque
E nas entrelinhas faz conchavo com bin laden
Pra saber quem é cristo e quem é besta
A tv é a maior escolhedora de cabeças

Feche os olhos e vai perceber
Que a estrada parceiro vai alem do que se vê
Dialetos, gírias e até mesmo em oruba
Sempre encontramos outras formas de nos comunicar

O opressor ficou louco ficou puto
O barraco de favela se conectou com mundo
Até em via digital podemos nos aqui lombar
Aê max b.o é só chegar

Max b.o:

Na rebeldia do soul
Desde quando o sol raiou
O dom que Deus da ninguém tira
Se liga no flow

Som da corrente quebrando
Mais com chicote estalando
A música do tambor e as palavras versando

Conectado com o mundo dentro de uma caverna
Trazendo do submundo dialeto das internas
Revelando pra esse mundo o que ninguém conhece
O jeito rebelde de ver o que você esquece

Sem esquecer o passado e o lugar quem vim
O amor é minha quebrada e aos iguais a mim
A cada passo mais firme no caminho do bem
Fortalecendo a corrente sem olhar a quem

Sobrevivente do navio que no brasil chegou
Parceiro eu não sou rebelde eu rebeldia soul
Firme no dia a disputa de surpreende
O dia a dia na luta é assim ninguém se rende

Soul rebelde soul [2x]

Vídeo incorreto?