Juvenal tinha uma gatinha
Ele pegô ela no natal
Ela era muito bunitinha
E purque tinha um caro
Ela achô ele legal
Ele levava ela pro cinema
Tomá sorvete e depois iam passeá
E me subiam e desciam a avenida
No domingo e o povo não parava de gritá

Refrão
Mãe é mãe, jaca é jaca
Ele é corno e ela aaaaaaaaaa

Ela era muito bunitinha
Muito jeitosa e também engraçadinha
Mas quando abria a boc
Dio quanta abobrinha
Ela gostava de ler a caprixo
Modas e moldes e também a semanário
O namorado tinha de ser muito rico
Porém um baita dum otário

Refrão

Os dois consideravam
O mundo em plena evolução
Mas curtiam a vida
Séxico, drogas e sertanejão

Diga, se te deixei faltar amor
Se nôn fui home prá você
Se o meu beijo é sem saboooor
Diga, se o meu pranto é covardia
Mas eu te pego qualquer dia
E solto um pum no elevador

Refrão

Mestre, os super amigos escaparam
E levaram o anel mágico de mallabock

Vídeo incorreto?