(aaaahhhh)
(hmmmm)

Fizeste promessas sem fim
tantos sentimentos juravas ter
tiveste de mim o que querias
e no final deixaste-me a sofrer

Depois de tanto ter caido
sem nada poder fazer
abro uma excepção por ti
para me voltar a arrepender

E sem reservas me atirei
sempre pensado "agora sim"
eu ja tinha tão pouco para dar
e tu levaste o que restou de mim

(Refrão)
Só quando já for tarde demais
e nada mais houver a fazer
abraçado a mim vais querer respirar
mas não mais o irás fazer
E quando sentires que o mundo desabou
e só em mim tu vês um porto seguro
vais lembrar-te da verdade mais pura
foste tu quem decidiu p'los dois, este futuro

Não serás mais que uma recordação
um reflexo num espelho que eu não vi
o mesmo espelho que hoje parto
para de vez esquecer de ti

Pois sem reservas me atirei
sempre pensado "agora sim"
eu ja tinha tão pouco para dar
e tu levaste o que restou de mim

(Refrão)
Só quando já for tarde demais
e nada mais houver a fazer
abraçado a mim vais querer respirar
mas não mais o irás fazer
E quando sentires que o mundo desabou
e só em mim tu vês um porto seguro
vais lembrar-te da verdade mais pura
foste tu quem decidiu p'los dois, este futuro


Só quando já for tarde demais
e nada mais houver a fazer
abraçado a mim vais querer respirar
mas não mais o irás fazer

Só quando já for tarde demais
e nada mais houver a fazer
abraçado a mim vais querer respirar
mas não mais o irás fazer

E quando sentires que o mundo desabou
e só em mim tu vês um porto seguro
vais lembrar-te da verdade mais pura
foste tu quem decidiu p'los dois, este futuro (ooo ohhhh)

Este Futuro...
Este Futuro...
Este Futuro...
hm....

Vídeo incorreto?