Ana


Todo o tempo que eu vivi
Para procurar o meu caminho
Me serviu para entender
Que não sou feliz sozinho...
Oh oh , Ana, Ana
Oh oh oh oh Ana
Quanta saudade de ti
Toda esta vida é nada
Agora que não és mais minha
Tudo começou naquele dia
Quando voce foi ambora..
Oh oh Ana Ana Ana
Oh oh oh oh Ana..
Quanta saudade de ti
Ana te lembra da minha casa
Quando estava cansada do amor da manhã
Agora se me levanto na noite
Me parece estranho não encontrar-te mais perto
Oh oh Ana Ana Ana
Oh oh oh oh, Ana..
Quanta saudade de ti
Agora não há mais esperança
Não há mais a primavera
Tudo começou a morrer como as sombras da noite
Oh oh oh Ana Ana Ana
Oh oh oh oh, Ana...
Quanta saudade de ti
Ana, Ana, Ana
Oh oh oh oh Ana...
Quanta saudade de ti
Ana, Ana, Ana
Oh oh oh oh Ana...
Quanta saudade de ti.