Hoje eu pego a estrada
não vou levar nada eu quero um amor
desses que gruda um Deus nos acuda
meu coração desandou

Sem destino certo
eu vou até onde levar a paixão
meu mundo caiu meu sol apagou
solidão no peito a saudade ficou
dessa vez vai dar uma no meu coração

Peixe que nada fogo que queima
e o cheiro dela no meu cobertor

Eu quero um pedaço de uma costela
pra fazer mexido na minha panela
caldo de cama salada de amor

Pode chover canivete
no meio desse salão
hoje eu pego a estrada
e arranco uma lasca
de uma paixão

Quero ser mico de circo
jogar meu laço onde der
de macho a capacho
me ajeito me encacho
com uma mulher