Me criei lá na fronteira dentro da lida campeira
E nesta vida lá fora conheci minha parceira
Gostava de charque gordo e de linguiça caseira
Pra bóia não se acanhava e era sempre a primeira...

A minha gorda vem, gorda fofinha
Oh, minha gorda vem, gorda só minha

Foi alargando pros lado minha chinoca trigueira
Ficou gorda, ela é minha, pouco me importa as gracheiras
Quem nunca teve uma gorda não sabe o valor que tem
No inverno esquenta o corpo, no verão esquenta também

A minha gorda vem, gorda fofinha
Oh, minha gorda vem, gorda só minha

Eu quero te confessar não sei mais vier sozinho
Dentro de toda essa massa, toneladas de carinho
As magras que me desculpem esta minha preferência
Pois esta gordinha tem todo o amor da querência...

A minha gorda vem, gorda fofinha
Oh, minha gorda vem, gorda só minha

Vídeo incorreto?