Tô chegando agora num balanço bem campeiro
Ainda louco de faceiro,coração matando a pau
Tô botando fogo,tô fazendo um entreveiro
Neste som bem brasileiro com sotaque regional

Vou sair no braço,dar um tapa na tristeza
Pois a vida é uma beleza quando a gente leva fé
Vou cair na água,nadar contra a correnteza
Pois eu sei,que com certeza,meu balanço vai dar pé

Tô chutando o balde
Tô dando rasteira
Por mim que vire a mesa
Bota lenha na fogueira

Tô fazendo festa,dando um banho de alegria
Era tudo o que eu queria por o povo pra dançar
Vou entrar de sola pra fazer uma folia
Já cansei de judiaria...e tô botando pra quebrar

Eu sou deste jeito,meio louco e bagunceiro
Quando subo no coqueiro quero mais é guabiju
E onde a gaita toca este toque galponeiro
Eu até rasgo dinheiro pra fazer um sururu

Vídeo incorreto?