Meu amigo do sertão
No caminho onde ande
Não esqueça teu irmão
Nem da gente do ro grande

Se a saudade te doer
Aparece esta semana
Pra cantar um chamamé
Tocar viola e cordeona

Faz tempo que não te vejo
Mas te digo meu irmão
Sou um peão sertanejo
Mas gaúcho de coração

Não importa onde ande
Te prometo meu amigo
Vou voltar ao teu rio grande
Pra tomar mate contigo

Nossos cantos são iguais
Nascem da mesma raiz
Brotam das paixões rurais
E dão flor pelo país

Vídeo incorreto?