Tudo o que você vê, não fala, não passa, não dá pra ninguém
Tudo o que você diz, vai sempre direto pra quem nunca vê
Mas agora pode crer, você vai ter que me entender
Meu recado é extremista, pra você exclusivista

Tudo o que você faz, aos outros é obra de um bom rapaz
Tudo o que você leu, entende, mas finge que nunca entendeu
Pode ser americano, passageiro, ser fulano
Pode ser um humanista ou boêmio ativista

Universo, tudo à vista
É paisagem de revista
Para-peito de milênio
Contrabando de artista

Universo, tudo à vista
É paisagem de revista
Para-peito de milênio
Contrabando de artista

A criança chorando, o pobre agachado e o lobo ladrando
Viaduto caindo, tirando o sossego de quem está dormindo
A criança chorando, o pobre agachado e o lobo ladrando
Viaduto caindo, tirando o sossego de quem está dormindo

Pode ser americano, passageiro, ser fulano
Pode ser um humanista ou boêmio ativista

Tudo o que você faz, aos outros é obra de um bom rapaz
Tudo o que você leu, entende, mas finge que nunca entendeu

Universo, tudo à vista
É paisagem de revista
Para-peito de milênio
Contrabando de artista
(Repete 3 vezes)

Vídeo incorreto?