Foi um fato violento
O estado todo se abalou
Foi noticia de jornal todo mundo comentou
Doze anos numa cela olhando pela janela foi o que restou
Vou contar a minha historia
Passado cheio de glória
O mesmo que me condenou

Eu ainda era jovem quando tudo aconteceu
Maria menina pobre a inocência em mim perdeu
Eu vim de família rica
Sempre cheia de conquista
Maria não conheceu
Porque mudamos de cidade
Me formei na faculdade
O sucesso me pertenceu

No vai e vem da vida
O que deseja a vida dá
O destino faz o preço
E se encarrega de cobrar

Vinte anos se passaram sou famoso cirurgião
O que era caso perdido já foi salvo em minhas mãos
Eu vivia cercado com gente de todo lado
Jornal e televisão
Mais notei um diferente
Com cara de vilão inocente
Prestando muita atenção

Fiquei muito preocupado com a presença do rapaz
Eu que sempre andei armado quase nem piscava mais
Estava sempre ali parado só olhando e calado
Vejam só o que o medo faz
Veio andando pro meu lado
Com um jeito assustado
E uma das mãos pra traz

No vai e vem da vida
O que deseja a vida dá
O destino faz o preço e se encarrega de cobrar

Na hora do desespero sem pensar eu atirei
Vi o rapaz no chão
Então me aproximei
Fui pegar a sua arma aquilo doeu na alma
Uma foto eu encontrei
Era foto de maria
A menina pobre que um dia
Me amou e eu brinquei

Tentei fazer o socorro
Então ele me falou
Não se apresse meu pai minha hora já chegou
Não se culpe não estranhe nem pergunte por mamãe
Deus também já a levou
Até parece ironia
Morreu enquanto eu nascia
E foi por causa de um doutor

Vídeo incorreto?