Nascido na babilônia


Eu vim do nada, não sou nada. Tipo, nada! Nada!
Nada, do tipo "ninguém pensou que eu era alguma coisa".
Nada, do tipo : "citado todos os dias nos livros".
Mas eu respiro uma segunda chance.
Eu nunca dei uma segunda olhada, olhada.
Eu falo para mim mesmo
"Não deixe isso me atingir".
Porque o melhor que eles tem, não está me impressionando.
Então não há renúncia, pegue o melhor de mim.
Enquanto eles olhavam para minhas palavras,
perderam o melhor de mim.

Como posso fazê-los parar de dizer
todas essas críticas?
Quanto mais faço, mais eles dizem!
Mas não há nenhuma forma de me parar.
Então eles simplesmente continuar a falar
Quem você acha? Quem você acha que eu sou?

Eu sinto que ainda há outros como eu.
Nascido na Babilônia, mas você só tem que ser livre.
Algemas em seus pés que você e eu não podemos ver.
Mas você pode sentir os homens que tem aquilo.
Você precisa daquela chave.
Então você está olhando pras suas mãos, dizendo:
"Cara, se eu abandonar o sistema, ela poderiam ser minha."
Mas então você escuta uma voz vindo de trás de mim
"Nem pensar em pisar fora da linha ..."

Meus amigos são verdadeiros e eles são tudo que eu tenho.
E eles ficam me apoiando você gostando ou não.
Eu estou te dizendo que o fogo é quente.
Pode ver a fumaça?
E você escutou aquele tiro?

Porque é uma guerra e estou no meio dela.
Então me julgue agora se você está pagando com dor.
Porque eu estou ocupado demais para julgar um outro homem.
Estou tentando escrever o projeto
para o mundo todo entender.

Não tem jeito, eu não vou parar de falar
E me arrependo de ter dado a você alguma voz.
Mas salvar o mundo tem um custo.
"... Talvez eles estavam certos desde o início ..."
Talvez eu deveria ser eu mesmo
Porque eu estou apenas dando ajuda aos críticos.
E isso me faz torcer o estômago no meio.
Que a minha caneta e sua caneta tenham fôlego.
Se eu nunca tentei fazer tudo isso,
Então eu acho que ele ficaria fora do trabalho.
E talvez eu deveria ter ficado na cama.
Ficar de fora da cabine e colocar todas essas guitarras no armário.
Talvez eu deva voltar para a escola.
Comprar um pouco mais da educação que só me faz me sentir idiota.
Então eu acho que vou deixar os críticos falando. Porque EU NÃO VOU PARAR!