Tudo muda (part. o rappa)


O que nós realmente precisamos
Nessa vida?
As vezes eu olho pra mim mesmo
E sinto que não está certo

Pessoas lá fora sem
Comida à noite
E nós dizemos que nos importamos, mas nós não nos importamos
Então todos mentimos

E se existisse mais do que isso
E um dia nós
Nos tornássemos o que nós fazemos
Não o que falamos?

E nós terminássemos
Nessa merda toda em que eles estão
E os papéis fossem invertidos
E fosse diferente

E nós fossemos aqueles
Sem nada para comer
Nós fossemos aqueles
Com sangue nas nossas ruas

Nós fossemos aqueles
Com toda a descendência
E eles fossem aqueles
Que só assistem a TV

Nós fossemos aqueles
Quebrados e despedaçados
Com nossas vidas nas costas
E nossa esposa nos braços

E eles fossem aqueles
Que diziam "caramba, isso é tão triste"
Nós fossemos
Aqueles...

Nada nunca mudará
É a única coisa que eu sei
Que nada nunca mudará
Olhando por esse lado
Nada nunca mudará
Nada nunca mudará

Falcão:
Olhe pros seus sonhos suas intenções
Abra sua cabeça pra seus corações
Transformar algumas centenas em milhões
Pois, todos unidos somos então nações
Nem se ele estiver no sonho e eu também
Imagino quase é sempre o melhor pra alguém
Tipo nessa vida não se descontrolar
Dormir à noite com o assassino é melhor não se revoltar
Agora, trouxa, olha pros seus pesadelos
E ainda não ainda são seus piores medos
Há mestiços, brancos e negros
Gringos, negros, gringos e negros
Olha que você é obrigado a votar
Sua chance no Brasil é de alguém te conquistar
Oooh
De alguém te conquistar

Nada nunca mudará
Pelo menos é assim que nós agimos
Como se nada nunca mudasse
Como se Deus nos desse cobertura
Como se nada nunca mudasse
Estou olhando por esse lado
E eu posso ver que essa dor, sim
Só vai crescer

Sonho e intenções
Centenas em milhões
Unidos somos então nações
Milhões
Também
Melhor pra alguém

Talvez nós precisemos
De mais calçados nos nossos pés
Talvez nós precisemos
De mais roupas e TV's

Talvez nós precisemos
De mais dinheiro e joias
Ou talvez nós não sabemos
O que precisamos

Talvez nós precisemos
Querer consertar tudo isso
Talvez parar de falar
Talvez começar a escutar

Talvez nós precisemos
Olhar para esse mundo
Menos como um quadrado
E mais como um círculo

Talvez, apenas talvez
Deus não seja injusto
Talvez nós sejamos todos Seus filhos
E ele esteja lá em cima

Talvez ele nos ame
Por todas as nossas raças
Talvez ele nos odeie
Quando somos tão racistas

Talvez ele nos olhe
Quando não nos importamos
E o céu seja bem aqui
Mas é o inferno do lado de lá

E talvez os mansos
Herdarão a Terra
Porque isso já foi escrito antes

Então tudo muda
E nada permanece o mesmo
E tudo muda
E se você se sente envergonhado
Talvez você devesse mudar isso
Antes que seja tarde demais
Talvez você devesse mudar isso
Meu irmão, nós estamos empacados no portão

Tudo muda, muda, muda...
Muda, muda, muda...
Tudo muda, muda, muda...
Tudo muda