A outra


Eu pensei em te deixar,
Mas não sei como arrancar meu peito.
Fui capaz de te aceitar.
E açoitei meu coracão por dentro.

Quantas peças o amor me fez,
Pagar, penar, por não amar,
A quem amei e armou pra mim.
Me dei demais e nao fui capaz de dar razão a vida.

Quantas quedas eu levei,
Pra eu ver que tropeçei,
Como faco para ver, que devo amar a mim.

Ate que ponto você vai me usar e vai dormir.
Por quantas vezes, você vai pro bar e eu fico aqui,
As vezes penso até que é melhor eu ser a outra.

Que gemi sem ter dor, esnoba o seu amor
Que finge que te quer, que faz o que quer de ti,
Que vesti tua ilusão e tem o que quizer,
Que ganha mais amor. que eu, sua mulher.

Vídeo incorreto?