Sam The Kid sem demoras dá-te o puro sem problemas
Expontaneo e p'ó teu cranio sem ter que apontar em esquemas
Novos temas, sem sairem de gavetas
Criação original sem que tu me metas
Num lado, coitado que rima sem imaginação
Sem motivação de criar uma situação
Isto é o que eu faço e 'tá cá dentro instalado
Sem acordo assinado trabalho sem ordenado
Luto pelo puto que escuto e que me inspira
Sem estatuto dá-me o produto sem ser mentira
Hip-Hop é mesmo assim, é uma arte sem sucesso
Como a heroína, uma viagem sem regresso
E lá vens tu, sem qualquer pretexto
Que é que tens tu como o vizinho do sexto?
Sempre a chatiar, cotas sem paciência
Sem argumentos mostram ignorância em evidência
Á deriva sem um rumo, muito fumo
No fundo do mundo sem querer atingir o cume
Sem dama, sem fama encaro isso sem um drama
Sem palavras para dizer quando alguém reclama
Chama e discute, mas fá-lo só sem fights
Queres que alguém te curte? Então rima sem (?)
Sem professor, sem futuro promissor
Não sejas um palhaço sem sentido de humor
Sem patrocinador, represento sem tangas
Ou pelo amor, sem ter truques nas mangas
Sem grandes cenários, sem empresários otários
Sem calendários, nem horários, vida sem comentários

Refrão:
Isto é Hip-Hop, mentaliza o compasso
Sam The Kid e GQ não são fracasso
Isto é apenas mais um jogo verbal
Isto é apenas mais um jogo verbal

(GQ)
GQ no microfone rima me'mo sem contrato
Sem fato nem gravata, vivo tudo o que eu relato
Esse é o meu formato, pleno sem veneno
Sereno na conversa sem conteúdo pequeno
Negócio sem factura, ideia sem estrutura
Inveja quando ataca é uma doença sem cura
Sem modelos, sem dores de cotovelos
Se há alguém sem problemas então eu quero vê-los
A grande questão, vivo sem opções
Rimo na boa eu vejo a arte sem cifrões
Competições sem vencedores nem vencidos
Todos ao lado sem menos bons nem mais fodidos
Sem poder p'a fazer o que eu tento
Ajudo o Sam The Kid a fazer parte do movimento
Sem bote Vip, dou giros por todo o lado
Sem carta para conduzir num bote afanado
Verdade é directa e entregue sem vergonha
Sou frontal na tua cara sem fazer ronha
Ando por toda a parte, dou-me bem, sem estrilhos
Barbosa sou eu, solteiro sem filhos
Sem gatilhos é assim que o G rule
Conflitos resolvidos à maneira old school
Tento resolver situações sem violência
Porque ás vezes são feitos actos de inconsciencia
Igualdade o meu mundo é sem tops
Sem espaço para não nos rirmos sem probs
Sem álbum, sem maquete boy
Vivo a rotina sem trabalhar p'ra boys

Refrão 2x:
Isto é Hip-Hop, mentaliza o compasso
Sam The Kid e GQ não são fracasso
Isto é apenas mais um jogo verbal
Isto é apenas mais um jogo verbal

(GQ)
Agora sem quê?

(Sam The Kid)
Yo essa experiencia sem competencia
Eu escrevo sem concorrencia
Puto feio sem sorriso atraente
Sem coro convicente não sou corpo sem mente

(GQ)
Sem motivos nem razões, sem dramas sem heróis
Música sem alma é como Hip-Hop sem B-boys
Sem perconceitos, autores sem direitos
Normal como os outros sem amigos perfeitos

(Sam The Kid)
Sem defeitos, ninguém consegue sê-lo
Mancas o Sam é o MC sem parecê-lo
Sem curso acabado na rua faço o meu estilo
Revelo o intelecto do Rap sem ter canudo

(GQ)
Sem leis, sem reis
Sem problemas 'tou-te a ultrapassar os níveis
Yo, num momento apresento um discurso sem morais
Todos iguais sem tratamentos especiais

(Sam The Kid)
O puto representa sem cenário pausado
Ouvido em todo o lado sem direito reservado
Alcanço as pessoas sem qualquer publicidade
Agrado algumas sem ter um som de qualidade

(GQ)
Na cidade, causo nalgumas parcetas
Sem manias porque o G bule, sem letas
Sem etiquetas, sem definição possível
Tenho sentimentos cá dentro sem ser sensível

(Sam The Kid)
Isso é incrível mas até tem o seu nexo
Mostra o honesto sem reflexo de complexo
O som sai do quarto como se fossem serviços
Sem compromissos, faço magia sem feitiços

Refrão 2x:
Isto é Hip-Hop, mentaliza o compasso
Sam The Kid e GQ não são fracasso
Isto é apenas mais um jogo verbal
Isto é apenas mais um jogo verbal

Vídeo incorreto?