Eu tenho andado
Sem eira nem beira
Fingindo não ver
Que tudo acabou
A minha luz
Vem da sua estrela
O meu calor
Do seu cobertor
Corro o passado
Com os meus pés descalços
E sempre passo
Onde eu não quero ir
E ver que tento
Juntar os pedaços
Mas e difícil
Sem você aqui
Gira, gira o mundo
Num compasso, volta e meia
Todo espaço que você deixou
Nada consegue preencher
Passo a passo
Só me acho em seu abraço
Apertado em mim
Eu colado assim em você
Então tá
Vou tentar aprender
Tentar imaginar
Meu mundo sem você
Então tá
Mas se eu sobreviver
Quem vai me ensinar
O que fazer
Pra te esquecer?

Vídeo incorreto?