The beast (tradução)


O príncipe da escuridão, o homem possuído,
Dez chifres surgem, as sete cabeças.
A antiga serpente, o antigo nome,
O anjo decaído rasteja em desonra.
O Messias negro, um dos ilegítimos,
A face do tirano está nascendo o filho.

Contemple o cravo, a sentença de morte,
E Jesus lamenta, ele está manifesto.

E a besta animada, e a hora dela veio,
Arrastando para a cidade para nascer novamente.

A nova ordem mundial, o abismo negro,
O reinado de terror, o beijo do Salvador,
A solução final em sete anos.
A grande desilusão, veja as lágrimas.
O vírus parasita alimentando em escravidão,
Os anéis da carne neste dente respirando carnificina.

O muro de doenças aparece, o inferno vivo.
O pesadelo desesperado está se tornando real.

E a hora crítica surgiu, na terra sagrada
Para a nação, revelação está na mão.

E o pequeno chifre está ascendendo, ascendendo para resistir.
Neste chifre estão olhos que furtam os olhos do homem.