Namorei uma mulher
Numa festa de vaquejada
Menina nova, insensata
Desses corpinhos de viola
Acordei de manhãzinha
Com o sol pela janela
Levantou e foi embora
E eu fiquei pensando nela

Depois sair pelas ruas
Tentando lhe encontrar
Na avenida ou no barzinho
Sem ela não quis voltar
E a noite foi chegando
E eu bebendo numa bodega
A noite eu dormir na praça
Mas dormir pensando nela

E eu fiquei desse jeito
Um vaqueiro apaixonado
Levando uma vida de gado
Perguntado aonde foi
Aquela mulher ingrata
Feito uma atriz de novela
Posso até errar um boi
Mas erro pensando nela

Se for dirigir um carro
Faço a maior confusão
Piso no acelerador
É a minha solução
Afirmo na direção
Esqueço o freio na banguela
Posso andar na contra-mão
Mas ando pensando nela

Quando chego numa festa
Já vou cantando toada
Tomando cana num bar,
Num trailer ou numa barraca
Já vou cantando um repente
Pra's mulheres cinderelas
Meto a cara na cachaça
Mas bebo pensando nela

Quando eu chego num bar
E peço uma pra beber
O garçom pergunta porque
Que eu vivo assim desse jeito
Batendo cana no peito
E olhando na janela
Eu respondo esse é o meu jeito
De tentar esquecer ela
Batendo cana no peito
E olhando na janela
Eu respondo esse é o meu jeito
De tentar esquecer ela...

Vídeo incorreto?