Atenção ao olhar pro alto
Atenção ao atravessar
São sinais e setas nos asfalto
E é o sol para no guiar

Já dizia Rogério
"Os olhos só vêem o que o coração pressente"
Já dizia Rogério
"Porque os olhos não vêem o que o coração não sente"

Atenção ao pisar a calçada
Atenção para o aranha-céu
São canções e salvas de balas
E é o sol igual a um troféu

Já dizia Rogério
"Se você quer me ver ponha o navio no mar"
Já dizia Rogério
"Será a Bahia a chamar ou a sereia do mar"

Antes que o mar vá secar o sertão virar mar

Tá tudo pra explodir, tá tudo pra explodir
Em meio às ruas e às esquinas, entre gritos e buzinas
Tá tudo pra explodir, tá tudo pra explodir
Em frente à última saída, entre prédios e avenidas
Os carros vão na contramão
Em meio a anúncios e notícias, entre os carros da polícia
O sangue no meio da pista e o sol nas bancas de revista

Estão abrindo as portas, o céu é uma estrada
A verdadeira vida sempre está pra ser inventada

Vídeo incorreto?