Nas ruas, bares e nos restaurantes
É tanta gente que eu nunca vi antes
Tantas pessoas que eu não conheço
A quem amei, eu sei que não esqueço
A quem amei, lugares onde estive
Eu quero bem aos amigos que tive
A quem eu amo, amigos que eu tenho
Há coisas que é melhor não ter de menos

De vez em quando, quando eu me lembro
São tanto bons quanto maus momentos
Gente correndo, eu não tenho pressa, enfim
Me sinto bem e isso é o que interessa

Eu vou assim, não sei pra que lado
Bom ou ruim, lembrando o passado
E não importa onde estou nem de onde vim

Ao meu redor, carros em movimento
Não quero alimentar ressentimento
Deixei em casa a janela aberta
Não sei que bairro nem que rua é essa
Eu vou andando sem preocupação
Não tenho horário, não sei que horas são
De vez em quando é bom olhar pra trás
Mas sigo em frente, eu quero muito mais

E vou sem rumo, vou sem ter destino
Sem ter por que, eu vou sem direção
E vou sem raiva, sem sentir tristeza em mim
Vou sem guardar rancor no coração

Eu vou assim, não sei pra que lado
Bom ou ruim, lembrando o passado
E não importa onde estou nem de onde vim

Eu esqueço até de mim, e sou só lembrança assim
Eu vou cruzando, atravessando as ruas da cidade onde eu nasci
Eu esqueço até de mim, e sou só lembrança assim
Eu vou lembrando, vou matando aos poucos as saudades do que eu vivi

Vídeo incorreto?